Palavra Pastoral – JANELAS ABERTAS

Quase todas as manhãs ao abrir as janelas aqui de casa eu me lembro de minha mãe. Muitos anos já se passaram, mas a imagem dela é muito nítida realizando o seu ritual diário e dizendo: “Gosto de janelas abertas. Casa ventilada, luz do sol, saúde”.

Concordo plenamente com D. Neli. Para mim casa sem janelas é um lugar sem vida. Uma das dificuldades que enfrentei quando eu fui missionário no sertão paraibano foi encontrar uma casa com janela nas laterais. A maioria delas era “parede e meia” com a casa do lado e tinha apenas a janela que dava para rua e as vezes uma outra nos fundos.

Gosto muito de abrir as janelas da casa onde moramos. Faço isso diariamente, exceto se estiver chovendo muito. É muito bom sentir a luz e o calor do sol matutino e quando o tempo está nublado ou cai uma chuvinha fina o frescor que invade a casa é revigorante.

Ao abrir as janelas ao iniciar um novo dia e permitir que sol ilumine e aqueça o nosso abrigo podemos nos lembrar das palavras do profeta Jeremias:  “As misericórdias do Senhor não têm fim, renovam-se a cada manhã. Grande é a sua fidelidade. ”  (Lamentações 3:22, 23)

O sol está nascendo agora, anonimamente, de forma majestosa tantas vezes, em milhares de lugares do mundo. Nasce anonimamente, pois a maioria da população ainda dorme ou está confinada em um ambiente fechado e perdendo este espetáculo que revela o amor e cuidado de Deus.

Mesmo com toda a tecnologia que criamos o planeta terra não pode dispensar a luz e calor do sol para manutenção da vida. Quando abrimos as janelas de nossas casas abrimos espaço para seu poder curativo e restaurador, dádiva graciosa de Deus sobre toda humanidade, como nos ensinou nosso Mestre. (Mateus 5:45)

Portanto, abra diariamente as janelas de sua casa.

Abra também as janelas do seu coração para a graça de Deus. Receba muitas bênçãos por meio de músicas de louvor ao Criador, reflexão e cultivando a gratidão.

Abra as janelas de sua mente para receber tudo que é verdadeiro, bom, edificante, positivo, consolador e o que renova a sua fé em Deus. Comece seu dia abrindo e lendo a Bíblia Sagrada, meditando no que ali está registrado.

Abra as janelas da mente para novas ideias, para repensar os seus caminhos e exercitar a criatividade.

Abra as janelas das suas emoções diante do seu Pai Celestial. Você está muito triste? Desanimado? Ansioso? Tenso? Chore, desabafe, clame, continue pedindo a Ele que renove sua esperança e o console.

Nestes dias tão difíceis não se feche em um quarto escuro, não tranque suas janelas. Deixe a luz do céu penetrar no interior de sua casa visualize a luz divina curadora entrando em sua vida e em seu lar.

Os dias podem estar nublados, o céu carregado, o som dos trovões pode ser assustador, mas como diz um antigo hino antigo, por detrás das negras nuvens brilha o amor divino.  Preste atenção, veja bem, há frestas de luz entre as nuvens. Escancare as janelas de sua casa e do seu coração para que estes raios de luz e amor penetrem em seu interior.

Marcos Vieira Monteiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *