Palavra Pastoral – RECUPERADOS

No “Dia dos Pais” deste ano ganhei de presente um novo celular. O que eu estava usando tinha aproximadamente 4 anos de uso e estava apresentando vários problemas. Sou uma pessoa pouco paciente com aparelhos e equipamentos que não funcionam como deveriam. Mesmo assim reluto em fazer uma nova compra. Prefiro tentar primeiro o conserto. Mas, minha tentativa de consertar o celular “velho” não deu certo e acabei perdendo muitos dados de forma irreversível. Fiquei chateadíssimo.

Ao receber o novo aparelho fiquei realmente feliz. Porém, ao fazer a transferência de dados do celular que estava usando para o novo, por alguns equívocos que cometi, muitos dados que restaram no celular antigo se perderam… Todos os meus contatos telefônicos e a minha “lista de transmissão” do WhatsApp foi apagada, os aplicativos bancários tiveram que ser reinstalados e outros aplicativos básicos inexplicavelmente não estavam funcionando. Levei o novo aparelho a uma assistência técnica (muito bem recomendada). Depois de um longo tempo tentando resolver os problemas do novo celular, para minha grande decepção, o técnico afirmou que não sabia como atender aos meus pedidos! Pior, ao formatar o celular, mais uma vez foram perdidos todos os dados e habilitações feitas nos últimos 9 dias. E agora? Não sabia o que fazer. Será que o aparelho tinha um problema de fabricação?

Contatei Pr. Nahun, responsável pela conta do google da nossa igreja. Ele me socorreu. Gastou preciosas horas aqui em casa, até finalmente recuperar o funcionamento dos aplicativos, grande parte dos dados e colocou em funcionamento todas as configurações devidas. O que outros não souberam fazer ele finalmente conseguiu. Nem sei como lhe agradecer. Quando ele se prontificou a interromper suas férias e vir à minha casa me ajudar, depois de tudo que eu tinha passado, confesso que duvidei que ele conseguisse resolver estes meus problemas.

O que aprendi com esta experiência?

Há “dados” que se não guardarmos adequadamente podem se perder de forma irreversível. Um simples clique pode nos conduzir a um caminho sem volta.

Nas atualizações e formatações de um aparelho eletrônico sempre há riscos. Não acredite cegamente nos “especialistas”.

A ajuda que precisamos nem sempre vem dos “experts”.

Felizmente, nem tudo na vida funciona na cadência da frágil tecnologia atual. Há uma verdadeira obsessão por atualizações que nos obrigam a adquirir novos aparelhos e aprendizados. Estas mudanças frenéticas para muitos de minha geração são desgastantes. Em nosso relacionamento com Deus e aprendizado espiritual as bases são bem mais sólidas. O que aprendemos nas Escrituras não fica obsoleto em poucos dias. Não requer atualizações. O sólido edifício do saber teológico e espiritual se constrói sobre alicerces eternos e imutáveis. Isso gera segurança.

Quando alguém insiste que você tem que recomeçar tudo do zero: muito cuidado. Nesta reformatação completa de vida você corre o risco de perder legados importantes. Romper totalmente com toda a sua história e lembranças pode trazer perdas irreparáveis.

Conheço pessoas que estão sempre buscando uma experiência que lhes permita formatar a vida instantaneamente, mas isso não é possível. Por mais transformadora e nova que seja uma experiência (até mesmo espiritual), existe em nós um passado que está conectado ao nosso presente. Não conseguimos simplesmente deletá-lo, embora possamos reeditá-lo.

Nem sempre um especialista nos auxilia efetivamente. Podemos ser surpreendidos com a ajuda competente de amigos dedicados que conhecem as nossas necessidades e se empenham em encontrar conosco a resposta para os problemas que estamos enfrentando.

Felizmente, sempre há alguns dados e habilitações que são recuperáveis, com a ajuda de amigos, para que a nossa vida volte a “funcionar” melhor.

Marcos Vieira Monteiro

Fortaleza, 19/08/2021

Ps. Não consegui salvar todos os contatos do meu celular. Se você conhece alguém que recebia a Palavra Pastoral e não está recebendo mais e quer continuar recebendo peça que me mande uma mensagem pelo número (85) 98778-0477.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.