Palavra Pastoral – QUANTAS BENÇÃOS!

Nestes últimos dias tenho muitas bênçãos a celebrar!

No sábado passado, dia 9 de outubro, nosso filho André e Lia comemoraram 6 anos de casados. Uma parceria que muito nos inspira.

Minhas duas irmãs, Neliane e Joice, completaram mais um ano de vida nos dias 12 e 10 de outubro, respectivamente. Mesmo estando distantes fisicamente, pois elas residem em Belo Horizonte, nos sentimos muito próximos. Família: que ideia maravilhosa de Deus! Cumpre-se entre nós aquela declaração do salmista: “quão bom e suave é que os irmãos vivam em união” (Salmo 133:1)

Infelizmente há boas amizades que deixamos de cultivar ao longo dos anos. Com os nossos parentes parece que é mais fácil manter os vínculos amorosos quando eles foram solidamente firmados na infância e adolescência. Aprendi com meus pais que a família deve ser uma das nossas prioridades. Cultivar a amizade com irmãos de sangue é muito recompensador e contribui para uma vida feliz.

Especialmente nestes últimos tempos em que nos defrontamos com a realidade da doença e da morte tão perto de nós, estar com a família completa e saudável é motivo de profunda gratidão a Deus.

No domingo passado celebramos o segundo aniversário de nosso netinho Pedro. Que grande alegria vê-lo tão feliz, depois de passar por mais uma cirurgia no mês de agosto último. Os dias mais difíceis ficaram para trás… Ainda não entendemos tudo o que ele diz, mas é muito bom ouvi-lo, procurando se comunicar conosco na linguagem dele. Daqui mais um tempo iniciará o tratamento para aprimorar a fala. É bom demais relembrar como é o desenvolvimento de uma criança nesta fase de sua vida.

Ainda no domingo passado foi motivo de grande alegria para nossa igreja ver a garotada participando das celebrações do “Dia da Criança”. Uma animada gincana nos juniores e um verdadeiro “banquete” no “castelo da rainha Ester e do rei Assuero” certamente provocaram recordações que eles levarão consigo por muitos anos.

Igualmente maravilhoso foi ver na segunda feira dezenas de crianças assistidas pela nossa Associação Beneficente Parque do Cocó se divertindo na quadra da igreja em brinquedos infláveis como “futebol de sabão”, “pula-pula”, piscina de bolinhas, tobogã e outros similares…

Ontem celebramos também mais uma data especial. Há exatos 27 anos desembarcávamos no aeroporto Pinto Martins para iniciarmos uma nova fase em nossa vida ministerial assumindo o pastorado da querida Primeira Igreja Batista de Fortaleza.

Ontem pela manhã mais de 90 Embaixadores e Mensageiras do Rei, meninos e meninas de nossa igreja, juntamente com os pais tiveram um tempo especial de convivência na Beira Mar em comemoração ao dia da criança.

Fico muito feliz com o envolvimento de dezenas de voluntários servindo nestes eventos especiais com tanta criatividade, dedicação e amor.

Muitas destas bênçãos estão vinculadas a uma outra benção: a diminuição contínua dos casos de covid em Fortaleza e no Ceará. Aquela fase mais difícil com milhares de mortes no Brasil já passou. No futuro vemos cada vez mais as nuvens se dissipando e o sol brilhando…

Não podemos ignorar a dor de milhares de famílias que desde o início do ano passado experimentaram grandes perdas. São mais de 600 mil vítimas da pandemia. Mas não podemos deixar de agradecer a Deus pelas vitórias, pelos livramentos, pelas vidas que foram poupadas e por milhões que se recuperaram parcial ou totalmente desta enfermidade terrível.

Celebremos as bençãos familiares, as bênçãos recebidas na comunhão da igreja, as bênçãos que recebemos quando doamos e servimos ao próximo e as bênçãos que Deus tem derramado sobre a nação brasileira.

Marcos Vieira Monteiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.